Gosto de observar a lua, ver o pôr do sol. Isso me faz bem, me traz uma paz interior que não consigo colocar em palavras. Isso produz uma espécie de porto seguro. Eu sei que na dor, sempre terei um refúgio, um lugar só meu; mesmo com milhões de pessoas fazendo a mesma coisa. As pessoas deviam olhar as coisas mais simples. Às vezes, a felicidade está na sua janela e você a deixa voar. - Amor em prosa.  (via baseada-na-videira)

(Fonte: amor-em-prosa, via paz-e-amor-de-jahrasta)